Norte

10 locais a visitar no Minho para descobrir os melhores encantos minhotos

O melhor do Minho está nesta seleção de locais imperdíveis, de cidades a paisagens intocadas

Portugal está cheio de encantos e de zonas para descobrir, e o Minho não é exceção. A região mais a norte de Portugal está repleta de atrações turísticas para os mais variados gostos e bem recheada com uma deliciosa gastronomia minhota. Do “berço da nação” a maravilhosos destinos naturais, passando por pequenas aldeias e zonas de interesse histórico, neste artigo falamos sobre os melhores locais para visitar no Minho.

Melgaço

Foto:Let's Run Away

Poucos destinos conseguem aliar a diversidade de ofertas de uma forma tão exímia quanto Melgaço: tem um centro histórico muito agradável e cuidado, uma gastronomia rica e saborosa, fama vinhateira internacional, uma enorme panóplia de desportos radicais e destinos de natureza intocados.

Este município é conhecido como o destino mais radical de Portugal, pela forma como explora o Rio Minho para agradar a miúdos e graúdos.

Entre canyoning, canoagem, salto pendular, slide, rappel e muito mais, vai ser difícil escolher. Há muitas décadas que é também um famoso destino termal português. Além disso, tem o Parque Natural da Peneda- Gerês ali à porta e a lindíssima vila de Castro Laboreiro, com paisagens por explorar e uma vasta história.

O vinho Alvarinho, que apenas se produz entre Melgaço e Monção, até tem um Solar. Neste edifício, que em tempos foi um tribunal e a sua própria cadeia, hoje em dia é possível conhecer os diferentes produtores deste vinho e até fazer provas. Se não for adepto de vinho, este destino tem também uma (pouco conhecida) água com gás para provar.

Hotéis & Casas de Férias - Melgaço

131 Hotéis
Ver hotéis

Valença

Foto:Let's Run Away

Valença tem a delicadeza de uma pequena povoação dentro das suas muralhas. A Fortaleza de Valença é, sem sombra de dúvidas, a maior imagem de marca e é dentro dela que se situa a zona mais característica da cidade. As imponentes portas permitem-nos perceber que, por ali, já passaram muitos anos de história: o que vemos remonta ao reinado de D. Afonso III e foi um importante ponto de defesa do Alto Minho. Hoje, é um monumento que alberga a zona antiga da cidade, onde as ruas e os prédios são mais tradicionais e onde é possível encontrar dezenas de lojas de atoalhados — ou não tivesse Valença a fama de ser um ótimo destino para enriquecer o enxoval. Há também baluartes, capelas e igrejas para conhecer.

Fora das paredes desta fortaleza, há vários mosteiros, zonas verdes para explorar e até uma ecopista que liga Valença a Monção ao longo do leito do rio, aproveitando o traçado da antiga linha férrea.

Do Monte do Faro, é possível ver Valença lá em baixo, o Rio Minho e Espanha, na outra margem. A vista, principalmente com os tons dourados de fim da tarde, é inesquecível.

Hotéis & Casas de Férias - Valença

196 Hotéis
Ver hotéis

Vila Nova de Cerveira

Foto:Let's Run Away

Vila Nova de Cerveira é terra de cervos e de artes. A Bienal de Artes Plásticas enche-a de cor e novidades e, anualmente, o “Crochet Sai à Rua” espalha obras pela cidade. Se a temática das artes interessar, mesmo que a visita não calhe nas datas da Bienal, é possível visitar o seu Museu e conhecer muitas das obras de arte contemporânea incluídas nas anteriores edições do festival.

No centro, vale a pena desfrutar da Praça da República, com os restaurantes e esplanadas, e alguns edifícios bastante interessantes, como a Igreja Matriz e a imponente Casa Verde. Para quem queira explorar o rio, é possível fazer passeios de barco até às duas ilhas: a Ilha dos Amores e a Ilha da Boega.

Mas a imagem de marca de Cerveira é o famoso Miradouro do Cervo, onde uma estátua do animal contempla a vista em redor. Foi aqui que surgiu um enorme baloiço, tão grande que é difícil fazê-lo caber na fotografia. Por perto, há também o Miradouro do Espírito Santo, com a vista emoldurada no que resta de uma porta de pedra. Estes dois miradouros situam-se na bonita Serra da Gávea, com vista privilegiada para a fronteira minhota. Que bonita é Cerveira, lá em baixo, e a vista para tudo o que há em redor!

Hotéis & Casas de Férias - Vila Nova de Cerveira

217 Hotéis
Ver hotéis

Caminha

Foto:Let's Run Away

Em poucos destinos se encontram praias que cheirem a pinhal, como acontece em Caminha. E, em boa verdade, as praias são um excelente convite para a visitar: é aqui que o Rio Minho encontra o mar e as paisagens são lindíssimas. Aliás, vale a pena subir a um dos miradouros para ver esta paisagem de um lugar privilegiado. Do Miradouro de Santo Antão, a vista dirige-se ao Rio Minho e à Mata Nacional do Camarido, com Espanha (A Guarda) a cumprimentar-nos da outra margem. No Miradouro Sino de Mouros a vista mostra-nos o Rio Minho a desaguar no mar, com o Forte da Ínsua pelo meio, e a belíssima Praia de Moledo.

O Forte da Ínsua, estrategicamente colocado num ilhéu, é um dos pontos de visita obrigatória em Caminha. Para lá chegar, ou se aproveita a maré baixa, ou é preciso recorrer ao serviço de transfer num dos vários barcos disponíveis.

A Praia de Moledo é uma das mais famosas do país, graças à sua beleza, e é muito procurada nos meses de verão. Já a Praia da Foz do Minho é um dos pontos preferidos para assistir ao pôr-do-sol. No centro, vale a pena espreitar a Torre do Relógio e passear pela Praça do Chafariz. A Igreja Matriz é outro ponto de paragem obrigatória, bem como os painéis de azulejo da Estação Ferroviária.

Hotéis & Casas de Férias - Caminha

594 Hotéis
Ver hotéis

Ponte de Lima

Foto:Let's Run Away

Ponte de Lima é das vilas mais convidativas do Minho e, à partida, pode parecer um destino turístico fácil de explorar. Mas a verdade é que é uma vila riquíssima e há muito mais em Ponte de Lima do que vemos nas ruas do centro histórico e em volta da famosa ponte. Vale a pena conhecer a Igreja Matriz, a Igreja da Misericórdia, a Torre da Cadeia Velha e as casas senhoriais que transformam as ruas em algo tão pitoresco, como o Paço do Marquês de Ponte de Lima, o Palacete Villa Moraes, a Casa das Pereiras, a Casa da Garrida, entre outras. Do lado oposto da famosa ponte sobre o Rio Lima, encontra-se a Igreja de Santo António da Torre Velha e a Capela do Anjo da Guarda.

A Avenida dos Plátanos, com as árvores alinhadas a descrever uma bonita moldura verde, é uma espécie de transição entre a vila e o que a natureza tem para nos oferecer: as lagoas de Bertiandos e S. Pedro d’Arcos, as ecovias, os percursos pedestres e até os desportos de natureza como canoagem e arvorismo. Sem esquecer, claro, as praias fluviais.

Para as crianças — e também para os mais crescidos — existe o Museu do Brinquedo Português. A visita a Ponte de Lima não está completa sem conhecer o famoso batalhão de soldados romanos e a lenda do Rio Lethes, o rio do esquecimento.

Hotéis & Casas de Férias - Ponte de Lima

916 Hotéis
Ver hotéis

Vieira do Minho

Vieira do Minho pode parecer desconhecida a muitos, mas se falarmos de algumas das mais emblemáticas paisagens associadas ao Parque Nacional de Peneda-Gerês, vão soar as sinetas. É o caso, por exemplo, da Ponte da Mizarela, com a sua pujante cascata e a lenda que as envolve (e que levou a que seja conhecida por muitos como a Ponte do Diabo).

Este é um destino com muitas paisagens naturais para descobrir, mas não só. A curiosa Capela de Nossa Senhora da Lapa surge, debaixo de um enorme rochedo e é acompanhada de um bonito miradouro com vistas desafogadas para a região. Nos Moinhos do Ave, há um percurso pedestre ladeado de pequenas cascatas para percorrer. E a Ponte Romana de Agra é também muito procurada.

As várias barragens da zona — a Barragem da Caniçada, do Ermal ou de Salamonde — convidam a banhos e a desportos aquáticos, para os mais aventureiros. Pelos rios, surgem praias fluviais muito convidativas e de extrema beleza. E, quer na Serra do Gerês quer na Serra da Cabreira, que rodeiam Vieira do Minho, há paisagens verdes até perder de vista, com muitos percursos pedestres para explorar.

Hotéis & Casas de Férias - Vieira do Minho

413 Hotéis
Ver hotéis

Viana do Castelo

Foto:Let's Run Away

Viana do Castelo é conhecida como uma das mais bonitas cidades do Norte de Portugal e uma das mais características do Minho. A sua localização privilegiada junto ao mar valeu-lhe uma das melhores vistas panorâmicas da região, não existem dúvidas.

Mas é pelos costumes que Viana do Castelo mais se destaca. Quando pensamos em Viana, pensamos imediatamente no traje de vianesa e em corações de filigrana. É por isso obrigatório visitar o Museu do Traje e conhecer toda a história por trás deste traje tão típico, descobrir as suas variações e o orgulho que é ter a oportunidade de envergá-lo nas Festas de Nossa Senhora da Agonia, que se realizam todos os anos no mês de agosto.

Do alto do Monte de Santa Luzia, vê-se o Rio Lima a desaguar no mar, a cidade lá em baixo e muito verde em volta. Vê-se também o Santuário do Sagrado Coração de Jesus — muitas vezes apelidado de Santuário de Santa Luzia —, que vale a pena conhecer por fora e por dentro. Na cidade, há o Navio Gil Eanes para visitar, um centro histórico de uma beleza ímpar e até uma ponte desenhada por Gustave Eiffel. Para os mais gulosos, há bolas de Berlim com fama internacional para provar, as famosas “bolas do Natário” — tão famosas que até já existem imitações.

Hotéis & Casas de Férias - Viana do Castelo

1004 Hotéis
Ver hotéis

Guimarães

Reza a história que “aqui nasceu Portugal” e o Castelo de Guimarães, bem como as muralhas preservadas, com a inscrição numa das paredes, é um ponto de visita obrigatório na cidade, como se torna óbvio. Mas há mais, muito mais. Começando pelo centro histórico, que é Património Cultural da Humanidade pela UNESCO desde 2001 e que convida a um passeio a pé (sem esquecer de passar pela Rua de Santa Maria).

O Paço dos Duques de Bragança, com as suas muitas chaminés, e o seu Museu, sobre os descobrimentos portugueses, são também pontos históricos de muito interesse. Este Paço foi, por exemplo, residência de Salazar. Na Igreja de São Miguel, ainda é possível ver a pia batismal onde, reza a história, D. Afonso Henriques foi batizado. Pelo Teleférico da Penha sobe-se da cidade até ao Monte da Penha, onde está o Santuário de Nossa Senhora do Carmo da Penha.

Nos largos e praças — Largo da Oliveira, Largo do Toural e Praça de Santiago — há dezenas de esplanadas onde é possível petiscar ou fazer uma refeição. Ou, simplesmente, apreciar a vida que Guimarães tem. Aqui nasceu Portugal, e continua cheio de vida!

Hotéis & Casas de Férias - Guimarães

732 Hotéis
Ver hotéis

Braga

Os ditados populares sobre Braga são inúmeros, e grande parte deles estão relacionados com os monumentos que a cidade tem para nos mostrar. Por exemplo, é possível ver “Braga por um canudo” a partir do telescópio que se encontra no Bom Jesus. Este santuário, situado num monte elevado nos arredores da cidade, é conhecido pela escadaria e é também um dos melhores miradouros da zona. Para quem não quiser subir a enorme escadaria, há um antigo elevador a água que pode ajudar no caminho. Mas não é “mais velho do que a Sé de Braga”, a mais antiga de Portugal, ultrapassando os oito séculos de história. E, de certeza, já todos ouvimos um “És de Braga?” ao deixar uma porta aberta: é que o Arco da Porta Nova, a “porta” da cidade, nunca teve realmente uma porta e, portanto, está sempre aberto.

Se todos estes são pontos imperdíveis para quem visita a cidade, há outros que vale a pena conhecer. É o caso do Santuário do Sameiro, também com vista privilegiada, ou o Miradouro de Santa Maria das Cortiças, menos conhecido, mas de onde é possível avistar Braga, Guimarães e Barcelos. As arcadas da Praça da República são também símbolo da cidade e, pelas ruas, há muitos edifícios de extrema beleza arquitetónica para descobrir, como o da Câmara Municipal. Para os gulosos, há tíbias e biscaínhos, doces típicos para provar.

Nos últimos anos, Braga tem crescido como destino turístico e procurado captar a atenção dos mais jovens para a cidade. O ponto de encontro é a Rua do Souto, famosa pela animação noturna.

Hotéis & Casas de Férias - Braga

1209 Hotéis
Ver hotéis

Barcelos

Foto:Let's Run Away

Nem só de galos canta Barcelos, apesar de estes estarem espalhados por toda a cidade. Há-os pequenos, grandes e transformados em tudo o que se possa imaginar: de porta-chaves a malas, de copos a peluches. Mas Barcelos também tem muita história para contar. Que o diga o Paço dos Condes de Barcelos, hoje em ruínas, que remonta ao séc. XV. Ou o bonito edifício onde hoje em dia se encontra a Câmara Municipal de Barcelos. Ou ainda o Largo do Apoio, o mais antigo largo da cidade.

Vale a pena passear pela Rua Direita e aproveitar o comércio tradicional, com lojas dos mais variados ramos. Não é suposto espreitar só as montras, os edifícios também são bonitos de se ver. Ao final da rua, está o Templo do Senhor Bom Jesus da Cruz, o Jardim das Barrocas, o Passeio dos Assentos e um enorme galo que até música dá.

Há, por ali, vários miradouros. Mas o melhor dos miradouros é a Ponte de Barcelos, com vista para o rio, para a praia fluvial e para a Casa da Azenha.

Hotéis & Casas de Férias - Barcelos

275 Hotéis
Ver hotéis