Portugal

25 das aldeias mais bonitas de Portugal que tem que conhecer

Se está sem ideias para a próxima escapadinha, descubra alguns recantos de Portugal onde tem mesmo que ir

 

Mais ou menos isoladas, rodeadas de montanha ou a dois passos da praia, Portugal tem dezenas de aldeias e pequenas vilas à espera de serem descobertas. Fomos à procura das aldeias mais bonitas de Portugal, desde as famosas aldeias de xisto às comunidades piscatórias, de Norte a Sul do país e sem deixar as Ilhas de fora.

Há destinos mais populares e outros mais desconhecidos, mas em todos, o património arquitetónico se conjuga com o natural, nessa harmonia que é a génese da identidade cultural destas localidades.

Neste artigo sugerimos-lhe 25 das aldeias mais bonitas de Portugal, o que não pode perder em cada uma delas, o que não pode deixar de explorar nos arredores, e os melhores sítios onde ficar. A única coisa que não podemos escolher por si é qual delas será o seu próximo destino de férias, em família, com amigos, ou a dois.

Castro Laboreiro

Em pleno Parque Nacional da Peneda Gerês, a aldeia de Castro Laboreiro conserva ainda a maioria das suas tradições culturais. É também nesta aldeia que os amantes de história e os curiosos podem visitar diversos vestígios pré-históricos que incluem pinturas rupestres, dólmenes e monumentos funerários.

A gastronomia local destaca-se por uma grande variedade de enchidos e pratos à base de carne, de preferência bem acompanhados por broa de milho ou de centeio. Para além do Castelo de Castro Laboreiro, das igrejas medievais e dos fornos comunitários, é indispensável uma visita ao Núcleo Museológico de Castro Laboreiro para ficar a conhecer a fundo a cultural local.

Hotéis & Casas de Férias - Melgaço

108 Hotéis
Ver hotéis

Montesinho

Situada a mais de 1000 metros de altitude na Serra de Montesinho, em Bragança, a aldeia de Montesinho é das mais altas do país. No coração do Parque Natural de Montesinho, é uma das aldeias mais bem preservadas da chamada Terra Fria Transmontana. As casas, recuperadas e em bom estado de conservação, mantêm a traça e os materiais tipicamente usados nas construções transmontanas — granito, lousa e madeira.

É um destino a visitar em qualquer altura do ano, mas é provavelmente nos invernos mais nevosos que a aldeia ganha encanto. Depois de explorar as ruas calcetadas da aldeia, a igreja, o museu numa casa típica e o Núcleo Interpretativo de Montesinho, parta à descoberta desta região. A menos de 10 minutos de carro pode visitar a barragem da Serra Serrada e o antigo complexo mineiro do Portelo. Bragança, Gimonde e a aldeia de Rio de Onor, locais também a visitar se estiver a ficar mais do que um fim de semana, estão a menos de 1 hora de distância.

Hotéis & Casas de Férias - Bragança

180 Hotéis
Ver hotéis

Podence

Berço de um dos carnavais mais pitorescos de Portugal, classificado como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2019, Podence é uma pequena aldeia em Trás-os-Montes com pouco mais de 250 habitantes, a cerca de 15 minutos de Macedo de Cavaleiros. A tradição peculiar de festejar o Carnaval, com fortes raízes em rituais pagãos celtas, é uma das responsáveis por colocar Podence no mapa dos destinos turísticos.

Os desfiles do Entrudo Chocalheiro celebram a passagem do inverno para a primavera com os famosos caretos, sobre os quais pode descobrir mais na Casa do Careto. Além disso, a praia fluvial e os trilhos pedestres são também um bom motivo para visitar Podence quando as temperaturas são mais convidativas no verão. Os pratos típicos fazem-se com o melhor que a região pode dar e são à base de carne de vaca, cabrito e carnes de caça como o javali.

Hotéis & Casas de Férias - Macedo de Cavaleiros

84 Hotéis
Ver hotéis

Penedono

Com cerca de 1000 habitantes e localizada na região da Beira Alta, Penedono está a cerca de 2 horas de carro de Viseu. O Castelo Penedono é provavelmente o monumento mais visitado desta localidade, local de nascimento de Álvaro Gonçalves Coutinho, conhecido como Magriço e imortalizado por Camões em “Os Lusíadas”.

Para além do castelo medieval, deixe-se intrigar pelos vestígios de património judaico e a necrópole megalítica. Descubra mais sobre a história e a cultura locais no Centro de Interpretação de Penedono. Por ser um dos maiores produtores de castanha do país, a gastronomia local é farta em pratos confecionados com este fruto. Lombo recheado com castanhas, carne de porco marrã e cabrito assado no forno são alguns dos pratos típicos a não perder.

Hotéis & Casas de Férias - Penedono

14 Hotéis
Ver hotéis

Marialva

A cidadela de Marialva reúne vestígios arqueológicos que atestam a passagem de vários povos, incluindo os Romanos, e é um dos principais motivos para visitar esta que é uma das 12 aldeias históricas de Portugal. A menos de 10 km de Mêda, neste pequeno povoado podem visitar-se ruínas Romanas, antigas casas judaicas, edifícios do século XVII e o castelo medieval.

Para além de poder saber mais sobre vários momentos da História de Portugal num só local, Marialva oferece também uma localização privilegiada aos amantes da Natureza e dos desportos ao ar livre, mais ou menos radicais. Há uma série de percursos pedonais que passam por Marialva, por onde pode passear a pé ou de bicicleta.

Hotéis & Casas de Férias - Mêda

22 Hotéis
Ver hotéis

Castelo Rodrigo

A menos de 10 minutos de carro da vila de Figueira de Castelo Rodrigo, a aldeia medieval com o mesmo nome ergue-se numa colina com vista para os vales dos rios Águeda e Coa. Na Idade Média, fazia parte da rota dos peregrinos a Santiago de Compostela. Mas este é apenas um dos factos conhecidos desta aldeia com uma História que se estende, julga-se, até aos tempos pré-históricos.

Uma mão-cheia de monumentos medievais é de visita obrigatória: o que resta do Castelo e do Palácio de Cristóvão de Moura, a cisterna medieval, a Porta do Sol e a Igreja Matriz de Rocamador que terá servido de apoio aos peregrinos. Entre visitas, aproveite uma pausa para provar petiscos feitos com produtos locais, a que não pode faltar a famosa amêndoa da região.

Hotéis & Casas de Férias - Figueira de Castelo Rodrigo

21 Hotéis
Ver hotéis

Aldeia da Pena

A cerca de meia hora de São Pedro do Sul e a 1 hora de Viseu, a Aldeia da Pena é uma das típicas aldeias de xisto portuguesas, com meia dúzia de habitantes. Nesta pequena povoação, onde é provável que na maioria dos dias haja mais turistas que habitantes locais, não entram carros. No restaurante Adega Típica da Pena não faltam os pratos tradicionais e os visitantes podem comprar artesanato e mel produzido na aldeia na única loja desta povoação.

Nesta aldeia, onde um castanheiro centenário dá as boas-vindas aos visitantes junto ao estacionamento, pode visitar o moinho de rodízio do Poço da Lontra e o Museu Etnográfico Família Neves, ou percorrer a pé o percurso circular do caminho de xisto que une as quatro aldeias de xisto nos Penedos de Góis.

Hotéis & Casas de Férias - São Pedro do Sul

108 Hotéis
Ver hotéis

Drave

Conhecida como “a aldeia mágica”, Drave é um pequeno aglomerado de cerca de 20 casas de xisto, quase todas abandonadas e em ruínas, no coração da montanha. Apenas acessível a pé e sem traços de modernidade, uma visita a Drave é quase uma viagem ao passado.

O percurso pedestre de acesso à aldeia inicia-se em Regoufe, a menos de 5 km de distância. A igreja, o solar dos Martins, a ribeira de Palhais e as piscinas naturais são pontos de interesse a visitar, mas só a própria aldeia e as serras que a rodeiam são recompensas mais que perfeitas no final do trilho pela montanha.

Hotéis & Casas de Férias - Arouca

171 Hotéis
Ver hotéis

Linhares da Beira

Autêntica aldeia museu, um passeio por Linhares da Beira permite vislumbrar traços arquitetónicos de várias épocas, desde o seu passado medieval aos elementos decorativos do século XVI. Do castelo, construído a mais de 800 metros de altura, deslumbre-se com a vista para a Serra da Estrela.

Os solares setecentistas, a calçada Romana, a antiga hospedaria, as fontes e as igrejas são de visita indispensável para ficar a conhecer a História de Linhares da Beira ao pormenor. Nos produtos locais destacam-se o requeijão e o queijo da Serra.

Hotéis & Casas de Férias - Celorico da Beira

47 Hotéis
Ver hotéis

Belmonte

Com vista para a Serra da Estrela, a cerca de 45 minutos de Castelo Branco, Belmonte é a terra natal do navegador Pedro Álvares Cabral e o local onde se fixou uma comunidade judaica na Idade Média. Para além da herança judaica, provavelmente um dos principais atrativos para os turistas, Belmonte é também ponto de passagem de um dos caminhos para Santiago de Compostela, que se inicia em Évora.

De todos os monumentos a visitar em Belmonte, que incluem o Castelo, as Casas Arte Nova e a casa onde viveu Zeca Afonso, a Torre de Centum Cellas destaca-se pelo seu aspeto misterioso. Desde prisão a templo, várias têm sido as interpretações sobre a utilidade desde edifício que terá sido construído no Século I d.C.

Hotéis & Casas de Férias - Belmonte

76 Hotéis
Ver hotéis

Cabeça

A cerca de meia hora de Seia, a aldeia de Cabeça destaca-se pelos seus socalcos e as casas típicas de xisto que se misturam com as pintadas de branco. Construída numa elevação de pouco mais de 500 metros de altitude, no coração da Serra da Estrela, o seu núcleo antigo foi crescendo em torno da Igreja de São Romão, um dos monumentos a visitar na aldeia.

Conhecida como a ”aldeia natal”, todos os anos durante a época natalícia os habitantes de Cabeça decoram a aldeia com enfeites de Natal feitos à base de materiais que encontram na natureza. Para quem procura passar um Natal diferente, este pode ser o destino perfeito. Para além das habituais atividades da época festiva, a aldeia também organiza diversos workshops e caminhadas guiadas pelos percursos pedestres.

Hotéis & Casas de Férias - Seia

249 Hotéis
Ver hotéis

Cerdeira

A vaga de emigração levou Cerdeira ao abandono no início dos anos 80, mas a esta aldeia de xisto situada na serra da Lousã seria dado outro propósito uns anos mais tarde. Aos poucos, um grupo de amigos foi recuperando as casas e transformando Cerdeira num projeto que alia a natureza à arte e que ainda hoje subsiste.

Todos os anos, em julho, Cerdeira recebe o festival Elementos à Solta – Art Meets Nature. A aldeia é sobretudo um local de comunhão com a natureza e criação artística. Entre workshops de artes e atividades ao ar livre, com ou mais adrenalina, há opções para todos os gostos.

Hotéis & Casas de Férias - Lousã

124 Hotéis
Ver hotéis

Piódão

As paredes de xisto e telhados de lousa, o contraste das portas azuis e a sua disposição em cascata pela encosta da Serra do Açor são a razão pela qual Piódão ficou conhecida como “aldeia presépio”. De todas as aldeias históricas de Portugal, esta é talvez uma das mais conhecidas e fotografadas por turistas dos quatro cantos do mundo.

Ainda habitada, a população dedica-se sobretudo à agricultura de subsistência e à produção artesanal dos famosos aguardente de mel e licor de castanha. Aproveite a experiência única de sentir-se parte da comunidade local ao visitar esta aldeia, delicie-se com a vista da eira comunitária ou passe umas horas na piscina fluvial.

Hotéis & Casas de Férias - Arganil

137 Hotéis
Ver hotéis

Castelo Novo

Envolvida pela Serra da Gardunha, a cerca de 20 km do Fundão, a aldeia histórica de Castelo Novo assume-se perante os seus visitantes como terra de contrastes entre o verde da paisagem e o cinzento das casas. Para além do castelo, destacam-se as casas senhoriais que outrora pertenceram a famílias nobres locais.

No verão, a praia fluvial da ribeira de Alpreade, com bar e zona de relva, convida a uns bons mergulhos. Em termos de património arquitetónico há muito a explorar para além das igrejas, capelas e chafarizes. Na sua lista de sítios a não perder inclua o Cabeço da Forca, as calçadas Romana e da Ordem dos Templários, a Via Antiga e a Lagariça, um lagar de vinho comunitário medieval. Arranje tempo para descobrir mais sobre as duas lendas locais, a do Mosteiro e a da Belisandra.

Hotéis & Casas de Férias - Fundão

97 Hotéis
Ver hotéis

Dornes

Destino quase desconhecido da maioria dos turistas, Dornes, na margem do rio Zêzere a cerca de meia hora de Tomar, é a aldeia ideal para uma escapadinha romântica de fim de semana. Para além das vistas sobre o rio e da praia fluvial, os visitantes podem explorar o rio de canoa ou gaivota e visitar o monumento mais famoso de Dornes: a Torre Pentagonal.

Concilie o sossego e as idas à praia fluvial (no verão) com passeios a pé ou caminhadas pela montanha. Com apenas dois restaurantes em Dornes, não será difícil decidir onde almoçar e jantar. Os pratos típicos são confecionados com produtos locais como a amêijoa, o peixe de rio ou o lagostim.

Hotéis & Casas de Férias - Ferreira do Zêzere

91 Hotéis
Ver hotéis

Azenhas do Mar

Um refúgio perfeito de fim de semana, a aldeia de Azenhas do Mar está a cerca de 45 minutos de Lisboa. As casas concentradas em cima do penhasco, com vista para a praia com piscina oceânica, são um destino popular durante o verão. Explorar a aldeia implica subir e descer escadas mais ou menos íngremes, mas a vista compensa sempre o esforço.

O restaurante com o mesmo nome da aldeia faz parte do património local, famoso como um dos melhores sítios próximos de Lisboa para comer peixe fresco. A menos de 30 minutos de carro, não deixe de visitar o Cabo da Roca ou o centro histórico de Sintra. O centro de Colares está a 10 minutos das Azenhas do Mar e é imperdível passar pela Adega Cooperativa Regional de Colares, a mais antiga do país.

Hotéis & Casas de Férias - Sintra

1571 Hotéis
Ver hotéis

Evoramonte

Entre Évora e Estremoz, Evoramonte é um destino que tanto apela aos amantes da natureza como aos curiosos pelo património histórico. Imagem de marca incondicional é o castelo de formato distinto que se ergue na Serra d’Ossa. As casas caiadas de branco com barras de cores garridas compõem a imagem de uma aldeia tipicamente alentejana. Outros monumentos a visitar incluem a Igreja da Misericórdia, a casa da Convenção e a Igreja de Santa Maria.

Fora das muralhas, e em perfeita harmonia com os olivais que circundam Evoramonte, pode ainda visitar algumas ermidas isoladas. A mais próxima, a cerca de 500 metros de distância, é a Ermida de São Sebastião.

Hotéis & Casas de Férias - Estremoz

106 Hotéis
Ver hotéis

Monsaraz

A menos de 1 hora de carro de Évora, o castelo e as casas caiadas de branco que se erguem nesta aldeia medieval amuralhada são inconfundíveis. Monsaraz é sem dúvida uma das aldeias mais bonitas do Alentejo e um dos locais privilegiados para uma vista desafogada sobre o lago artificial do Alqueva e a vasta planície alentejana.

Assumidamente um museu a céu aberto, a melhor forma de absorver toda a História de Monsaraz é a perder-se pelas ruelas de pedra medievais, descobrindo o castelo, a Igreja Matriz de Monsaraz e o pelourinho. Não deixe de visitar o Cromeleque do Xarez, o monumento pré-histórico que fica a cerca de 2 km de Monsaraz, e onde pode chegar a pé ou de carro.

Hotéis & Casas de Férias - Reguengos de Monsaraz

140 Hotéis
Ver hotéis

Porto Covo

Entre Sines e Vila Nova de Milfontes, a cerca de 20 km de uma e de outra, Porto Covo é reconhecidamente uma das mais pitorescas aldeias da Costa Alentejana. Conhecida como “o lugar de Porto Covo”, esta localidade alentejana e a sua Ilha do Pessegueiro foram imortalizadas por Rui Veloso na conhecida canção com o mesmo nome.

É o destino ideal para quem procura praia e descanso. Dê um salto à Ilha do Pessegueiro para visitar o Forte do Pessegueiro e desvendar a História de Porto Covo, que remonta até ao período Romano. Nos restaurantes locais o peixe fresco é rei, de preferência levemente temperado e grelhado na hora. Não deixe de fotografar, uma ou mais vezes, a Praça Marquês de Pombal. Ali, as paredes caiadas a contrastar com as barras azuis forte e as janelas vermelhas são provavelmente dos locais mais instagramáveis do Alentejo.

Hotéis & Casas de Férias - Sines

211 Hotéis
Ver hotéis

Aldeia da Pedralva

A Aldeia da Pedralva, em plena Costa Vicentina, é o local perfeito para quem procura praia, mar e sossego a sul, mas fora dos destinos habituais de férias no Algarve. A cerca de 15 minutos de Vila do Bispo, esta aldeia outrora abandonada foi recuperada como turismo de habitação que inclui 30 casas independentes.

Quem escolher passar uns dias nesta aldeia do interior algarvio, tem à disposição várias atividades ao ar livre e um restaurante que serve pratos de inspiração tradicional. Apesar deste espírito de resort de férias, a Aldeia da Pedralva é apenas o ponto de partida para explorar os percursos pedestres da Costa Vicentina ou aproveitar as praias da região. A praia mais próxima é a da Bordeira, a 10 minutos de carro.

Hotéis & Casas de Férias - Vila do Bispo

297 Hotéis
Ver hotéis

Querença

A 10 km de Loulé, no topo de um monte onde a Igreja Matriz ocupa o lugar mais alto, Querença é uma típica aldeia algarvia de casas brancas com as tradicionais chaminés rendilhadas. Em termos de monumentos a visitar a lista é curta e inclui a Igreja, o Cruzeiro e a Capela Nossa Senhora do Pé da Cruz.

Mas as verdadeiras atrações turísticas de Querença são as belezas naturais. A Fonte Benémola, inserida no vale com o mesmo nome, fica a 15 minutos de carro da aldeia. Para quem prefere umas férias mais ativas, pode optar por percorrer a pé o Trilho da Fonte Benémola. O percurso é fácil, ideal para toda a família e uma oportunidade única de dar a conhecer outras paisagens algarvias.

Hotéis & Casas de Férias - Loulé

1645 Hotéis
Ver hotéis

Estói

A 10 minutos de São Brás de Alportel e a cerca de 20 de Faro, a aldeia de Estói é geralmente um destino de visita rápida para quem está a passar férias na capital algarvia. Mas o seu rico património arquitetónico e histórico merece que a sua visita a esta aldeia se prolongue por uns dias.

Afastada da costa, e por isso fora do normal rebuliço do Algarve no verão, Estói é o destino ideal para casais ou famílias que querem apreciar o lado menos procurado desta região a sul. As Ruínas Romanas de Milreu, a 900 metros do centro de Estói, são um dos principais atrativos para quem se interessa por História. É um dos vestígios romanos mais bem preservados do Algarve. Os amantes de arquitetura e artes decorativas, vão ficar deslumbrados com o estilo rococó do Palácio de Estói, a 5 minutos a pé do centro da aldeia.

Hotéis & Casas de Férias - Estói

205 Hotéis
Ver hotéis

Fajã da Caldeira de Santo Cristo

Apesar de São Jorge ser a ilha dos Açores com o maior número de fajãs, nunca vai encontrar uma igual à outra. Estas pequenas porções de terreno plano, junto ao mar, são habitualmente autênticos oásis dotados de condições climatéricas únicas que é como se estivesse a visitar uma ilha dentro de outra ilha.

A Fajã da Caldeira de Santo Cristo e as outras fajãs da ilha foram classificadas pela UNESCO como Reserva da Biosfera, graças à riqueza e excecionalidade da sua fauna e flora. Bastante conhecida pelos praticantes de surf e bodysurf, a Caldeira de Santo Cristo é também um destino turístico apetecível para quem procura refugiar-se por completo. O difícil acesso, que se faz apenas a pé ou de mota, a falta de eletricidade (os habitantes locais recorrem a geradores para manter eletrodomésticos básicos em funcionamento) e as condições de vida reduzidas ao verdadeiramente indispensável são um desafio, mas permitem passar umas férias inesquecíveis. Quer fique um fim de semana ou meio mês, não perca a oportunidade de provar as amêijoas locais.

Hotéis & Casas de Férias - São Jorge

583 Hotéis
Ver hotéis

Rabo de Peixe

Rabo de Peixe está classificado como vila desde 2004, mas nesta comunidade piscatória subsiste ainda o mesmo espírito comunitário que podemos encontrar em qualquer outra aldeia. Aos poucos, esta localidade na Ilha de São Miguel, a 15 minutos de carro da cidade da Ribeira Grande, tem crescido em importância como destino turístico.

Virada para o mar, a sua população vive quase exclusivamente da pesca. É ao visitar a Casa do Pescador de Rabo de Peixe que pode ficar a saber mais sobre a pesca tradicional desta zona, bem como das restantes ilhas dos Açores. Não deixe de visitar as várias igrejas e ermidas, com destaque para a Igreja do Senhor Bom Jesus, que atestam a ligação fervorosa dos habitantes locais com a espiritualidade e a religião.

Hotéis & Casas de Férias - Ribeira Grande

277 Hotéis
Ver hotéis

Curral das Freiras

Antes de descer ao Curral das Freiras, no coração da Ilha da Madeira, admire o aglomerado de casas brancas perdidas no verde da serra a partir do Miradouro da Eira do Serrado. O acesso à pequena aldeia no fundo do vale faz-se de carro, pela única estrada que serpenteia por entre a serra.

Provavelmente um destino invulgar quando se pensa em viajar para uma ilha, o Curral das Freiras é um dos poucos lugares na Madeira de onde não se vê o mar. É certamente o sítio ideal para relaxar e recarregar baterias, onde a Igreja de Nossa Senhora do Livramento é o único monumento a visitar na aldeia. Aproveite a comunhão com a natureza e percorra a pé o percurso pedestre da Vereda do Urzal. Apesar de não ver o mar, o isolamento do Curral das Freiras é relativo, uma vez que a cidade do Funchal está a cerca de 20 minutos de carro.

Hotéis & Casas de Férias - Curral das Freiras

23 Hotéis
Ver hotéis