Portugal

20 paraísos escondidos para o verão em Portugal

De Norte a Sul de Portugal, com as ilhas incluídas, damos 20 sugestões de lugares pouco conhecidos para aproveitar no verão

 

Vinte sugestões podem parecer muitas, mas a verdade é que Portugal tem muito para oferecer. Não é difícil partir à descoberta e encontrar pequenos paraísos aqui e ali. Por isso, centrámo-nos naqueles que são ainda um segredo para muitos de nós e fizemos uma lista de 20 locais pouco conhecidos em Portugal, que não vai querer deixar de conhecer.

Praias, piscinas naturais, praias fluviais, barragens e cascatas. De Norte a Sul de Portugal, no interior e no litoral, passando pelos Açores e pela Madeira. São sugestões perfeitas para um dia de verão, sempre com água à mistura. Reunimos de tudo um pouco para mostrar o melhor que o país tem para oferecer.

Para mais sugestões sobre alojamentos e locais ideais para uns dias longe das multidões, não perca o nosso Guia de Escapadinhas de Fim de Semana e Férias na Natureza.

1. Percursos Marginais do Rio Minho, Melgaço

1/2

Separado de Espanha apenas pelo leito do Rio Minho, Melgaço é um município discreto que podemos comparar com uma caixinha de surpresas: tem arquitetura, tem cultura e museus, tem desportos radicais, muita história para contar e até uma casta de vinho própria, o Alvarinho.

Mas aquilo que mais recomendamos é a sua natureza: os Percursos Marginais do Rio Minho ligam o centro de Melgaço às margens do Rio, passando por zonas verdes de uma beleza incrível. Pelo caminho, é possível conhecer velhas tradições de pesca ou experimentar as famosas águas termais. O Rio Minho, de águas transparentes, vai estar ali sempre por perto, para refrescar e tornar a paisagem mais idílica.

Hotéis & Casas de Férias - Melgaço

115 Hotéis
Ver hotéis

2. Praia Fluvial das Azenhas, Vilar de Mouros

A aldeia de Vilar de Mouros tornou-se conhecida pelo seu festival de música, mas tem muito mais do que música para os nossos ouvidos. Mantém intacta muita da sua história e, principalmente, a natureza que a rodeia, com zonas de uma beleza bucólica difícil de igualar. Um bom exemplo é a Praia Fluvial das Azenhas, assim conhecida pela azenha que se mantém, intacta, numa das margens do Rio Coura. A praia tem parque de merendas, vigilância e até uma pequena cascata. Vale a pena explorar as redondezas, as zonas verdes e espreitar o espelho de água com a azenha refletida.

Hotéis & Casas de Férias - Vilar de Mouros

43 Hotéis
Ver hotéis

3. Albufeira do Alto Rabagão, Montalegre

1/2

A zona de Montalegre não recebe o mesmo volume de turismo a que o vizinho Gerês já está habituado, mas não é certamente por falta de paisagens dignas de um quadro. A Albufeira do Alto Rabagão, originada pela barragem com o mesmo nome, é perfeita para refrescar nos dias quentes de que Trás-os-Montes tem fama.

Nas margens, tem zonas para mergulho com pequenas praias de areia grossa e oportunidade para pôr em prática desportos aquáticos, tem a bonita aldeia de Vilarinho de Negrões e até a mítica estrada N103, que pontua tanto em beleza como no número de curvas.

Hotéis & Casas de Férias - Montalegre

116 Hotéis
Ver hotéis

4. Albufeira do Azibo, Macedo de Cavaleiros

Com várias distinções no currículo, desde uma das Sete Maravilhas de Portugal na categoria de “Praias” até ser a praia que mais vezes arrecadou a Bandeira Azul, a Praia da Ribeira é paragem obrigatória na zona de Macedo de Cavaleiros.

Esta praia fica integrada na Albufeira do Azibo, reconhecida como Paisagem Protegida e, portanto, com um enquadramento deslumbrante. As águas são calmas e convidativas, há uma plataforma com piscina para os mais pequenos, sombras naturais, zona de piquenique e até um aquaparque para quem procura diversão.

Hotéis & Casas de Férias - Macedo de Cavaleiros

88 Hotéis
Ver hotéis

5. Fisgas de Ermelo, Mondim de Basto

As quedas de água das Fisgas do Ermelo, em Mondim de Basto, são conhecidas não só por serem umas das maiores da Europa, como pelas suas “piocas”, as lagoas naturais que formam ao longo do percurso. A forma mais famosa de lá chegar é através do Trilho PR3 Fisgas de Ermelo, um trilho de cerca de 12km bastante exigente, não aconselhável a crianças, grávidas ou pessoas com mobilidade reduzida. Em alternativa, há um pequeno percurso de 5km (ida e volta) que permite chegar às Piocas de Cima.

A melhor vista para a cascata está no Miradouro do Alto da Cabeça Grande, acessível nestes dois trilhos. Há um outro miradouro, acessível por carro, de onde é possível ver as Fisgas, ao longe, enquadradas na natureza do Alvão.

Hotéis & Casas de Férias - Mondim de Basto

105 Hotéis
Ver hotéis

6. Praia Fluvial da Congida, Freixo de Espada à Cinta

Em Freixo de Espada à Cinta há, como o nome indica, um freixo com uma espada na “cintura”. Mas também há uma praia fluvial, banhada pelo Rio Douro, em pleno Parque Natural do Douro Internacional, com socalcos de vinhas na paisagem.

A Praia Fluvial da Congida não é muito conhecida pelos portugueses, mas é um agradável convite a cada pessoa que por lá passa. Com sorte, além dos laranjais na paisagem, há uma águia ou duas a sobrevoá-la. E calma, muita calma. Desta praia também parte um dos barcos que faz passeios pelo Douro Internacional.

Hotéis & Casas de Férias - Freixo de Espada à Cinta

29 Hotéis
Ver hotéis

7. Frecha da Mizarela, Arouca

Em boa verdade, toda a Serra da Freita é um paraíso que merece ser explorado, repleto de pontos de interesse geológico e de paisagens desafogadas e inesquecíveis, mas o ponto mais conhecido é a Frecha da Mizarela, a enorme cascata.

A cascata da Frecha da Mizarela é a mais alta de Portugal continental e o trilho com o mesmo nome é a melhor forma de conhecer a paisagem típica desta Serra. Se um trilho não fizer parte dos planos, é possível apreciar a beleza da cascata de um miradouro, na beira da estrada.

Hotéis & Casas de Férias - Arouca

189 Hotéis
Ver hotéis

8. Praia Fluvial Vale do Rossim, Serra da Estrela

Quando se pensa na Serra da Estrela, a neve é o tema mais óbvio. Nem só de neve se faz esta serra, que está cheia de locais incríveis para conhecer também no verão. A Praia Fluvial do Vale do Rossim é uma dessas paisagens, com uma lagoa artificial criada pela Barragem com o mesmo nome da praia. Está a 1400m de altitude, o que lhe vale o título de praia mais alta de Portugal.

No horizonte, há granito e arbustos, a contrastar com o azul da água. Não é, de todo, uma paisagem de que estivéssemos à espera.

Hotéis & Casas de Férias - Serra da Estrela

865 Hotéis
Ver hotéis

9. Zona Balnear do Meimão, Penamacor

Os linces ibéricos há muito que não habitam a Serra da Malcata, mas, se ainda habitassem, a Zona Balnear do Meimão seria um bom local para ficarmos à espera de os avistar. Esta praia fluvial, nas margens da Ribeira da Meimoa, tem vista privilegiada para as encostas da lindíssima Reserva Natural da Serra da Malcata. Está rodeada de vegetação verde, muito verde, e de um ar puro com um aroma fácil de respirar.

Tem todos os serviços que possam ser necessários numa praia fluvial, incluindo uma piscina flutuante para os mais pequenos, e até bungalows onde é possível ficar.

Hotéis & Casas de Férias - Penamacor

42 Hotéis
Ver hotéis

10. Praia Fluvial do Vimieiro, Penacova

O Rio Alva é um excelente convite a um mergulho na Praia Fluvial do Vimieiro, em Penacova. Aqui, a paisagem é rural, com verde à mistura e uma represa a dar um toque bucólico à paisagem. Além do mergulho, que já mencionamos, e da paisagem, que vale a pena mencionar outra vez, a praia tem ainda uma roda de moinho de água e também uma roda de ferro, paradas no tempo.

Hotéis & Casas de Férias - Penacova

52 Hotéis
Ver hotéis

11. Praia Fluvial de Álvaro, Oleiros

As Aldeias do Xisto são um bonito postal português, com uma imagem muito característica para quem lá chega. Mas, em Álvaro, atrevemo-nos a dizer que o xisto concorre com a paisagem que envolve a aldeia, puxando pela nossa atenção. Ali, o Zêzere faz uma curva acentuada, mesmo em frente ao Miradouro da Aldeia, com vista privilegiada para a praia fluvial.

Além dos serviços habituais em praias fluviais, aqui é possível aventurarmo-nos em desportos aquáticos. A aldeia de Álvaro, no município de Oleiros, está incluída na Grande Rota do Zêzere, que se estende por quase 400 quilómetros.

Hotéis & Casas de Férias - Oleiros

44 Hotéis
Ver hotéis

12. Fragas de São Simão, Figueiró dos Vinhos

Também numa das Aldeias do Xisto portuguesas, as Fragas de São Simão estão muito próximas (cerca de 15 minutos a pé) de Casal de São Simão, no concelho de Figueiró dos Vinhos. Além da aldeia e da praia fluvial, foram construídos passadiços que atravessam a garganta da Ribeira de Alge. E é este corte rochoso que provoca a beleza destas fragas, rodeadas de uma paisagem que tem tanto de rude como de bela.

O percurso dos passadiços é linear, entre a praia fluvial e a aldeia, com cerca de 2 quilómetros de extensão. É percorrido em cerca de 45 minutos.

Hotéis & Casas de Férias - Figueiró dos Vinhos

90 Hotéis
Ver hotéis

13. Foz do Cobrão, Vila Velha de Ródão

Vila Velha de Ródão é célebre pelas Portas de Ródão, sobre o Tejo, mas tem outras Portas naturais que merecem uma visita: as Portas do Almourão, uma garganta do Rio Ocreza. É aqui perto que fica a Praia Fluvial da Foz do Cobrão, onde o Rio Cobrão passa pouco antes de desaguar no Rio Ocreza. Sendo a Foz do Cobrão uma aldeia de xisto, é também de xisto esta praia que, na verdade, mais se assemelha a uma piscina natural.

Para quem quiser caminhar, na Foz do Cobrão tem início o PR3 Caminho do Xisto da Foz do Cobrão, que percorre a Serra e permite observar os seus grifos bem de perto.

Hotéis & Casas de Férias - Vila Velha de Ródão

16 Hotéis
Ver hotéis

14. Lago Azul, Ferreira do Zêzere

1/2

Lago Azul é o nome dado à Praia Fluvial de Castanheira, na Albufeira de Castelo de Bode, porque na realidade um lago assim azul no meio da paisagem de Ferreira do Zêzere é uma imagem bastante idílica. Nestas águas claras é possível não só dar um mergulho e desfrutar da vista, como fazer alguns desportos aquáticos: gaivota, windsurf, wakeboard e canoagem.

Ali por perto, vale a pena espreitar Dornes, uma pequena península que já foi um importante ponto estratégico militar, e um dos locais mais bonitos em Portugal. A posição privilegiada garante-lhe a fama de ser um magnífico miradouro para o Zêzere.

Hotéis & Casas de Férias - Ferreira do Zêzere

107 Hotéis
Ver hotéis

15. Barragem do Maranhão, Avis

1/2

A Albufeira do Maranhão, próxima à vila alentejana de Avis, está bem servida da calma alentejana e das paisagens bucólicas a que a planície já nos habituou. Não sendo tão procurada como as vizinhas Barragens de Montargil e do Caia, tem, no entanto, uma boa variedade de atividades para aproveitar — remo, canoagem, windsurf, kitesurf, pesca, vela, ski aquático — e até um Clube Náutico e uma escola de ski com pista de saltos. É também nesta Albufeira que está a Praia Fluvial de Avis.

Entre uma das seis pontes de onde é possível observar a barragem, está a curiosa Ponte de Ervedal, que parece uma miniatura em tons de branco da Ponte 25 de Abril. Uma paragem em Benavila, para degustar a paisagem, também é muito recomendada.

Hotéis & Casas de Férias - Avis

54 Hotéis
Ver hotéis

16. Praia do Pinheirinho, Melides

A beleza da Costa Alentejana é bastante conhecida, mas ainda há zonas menos exploradas que merecem ser descobertas. A Praia do Pinheirinho, na costa de Melides, é uma delas. Os acessos para lá chegar não são fáceis e é preciso deixar o carro a alguns minutos a pé. A paisagem, essa, compensa, e o extenso areal a perder de vista, banhado por águas azuis turquesa, faz todo o caminho valer a pena. São quase 4km de extensão de areal, rodeados de dunas com vegetação autóctone, para aproveitar e apreciar a natureza.

Hotéis & Casas de Férias - Grandola

382 Hotéis
Ver hotéis

17. Barragem de Alqueva

A Barragem de Alqueva é o maior lago artificial da Europa e é dona de uma paisagem inigualável: pequenos pedaços de terra entram pelo lago, provocando penínsulas e ilhotas aqui e ali. No acesso à barragem, um grande letreiro diz-nos que “On a clear day you can see forever”, tal é a imensidão da paisagem. Além dos habituais desportos náuticos, vale a pena experimentar os passeios de barco, BTT ou a cavalo. Para os mais ambiciosos, há passeios em balão de ar quente ou até de helicóptero.

A zona do Alqueva é também uma reserva Dark Sky, um destino protegido de excelência para observação das estrelas. Por isso, vale a pena ficar até à noite e aproveitar para observar a olho nu algumas das mais conhecidas constelações.

Hotéis & Casas de Férias - Reguengos de Monsaraz

157 Hotéis
Ver hotéis

18. Albufeira da Barragem de Santa Clara, Odemira

Banhada pelo Rio Mira, a Barragem de Santa Clara em Odemira já foi, em tempos, a maior do país. As águas calmas desta Albufeira pedem um mergulho, que pode ser dado na Praia Fluvial da Albufeira de Santa Clara, com zona balnear e plataforma flutuante. Mas também é possível aproveitar as águas do Rio Mira para um passeio de barco, para pesca ou para desportos aquáticos.

Vale a pena um desvio à aldeia de Santa Clara-a-Velha, nas redondezas, para percorrer as suas ruas e conhecer a Ponte D. Maria.

Hotéis & Casas de Férias - Odemira

466 Hotéis
Ver hotéis

19. Poço das Lesmas, Seixal (Madeira)

Na “Pérola do Atlântico” não é fácil encontrar sítios menos conhecidos, mas o Poço das Lesmas só há pouco tempo começou a estar nos roteiros dos viajantes. Estas piscinas naturais de origem vulcânica, situadas na costa norte da ilha na zona do Seixal, são um dos melhores sítios para dar um mergulho na Madeira. Mas é a beleza do lugar, com a enseada e as piscinas enquadradas na escuridão das rochas vulcânicas, que conquista.

É preciso ter cuidado com a ondulação do mar, que provoca rebentação nesta zona. À parte disso, é desfrutar desta piscina de águas azuis turquesa com moldura natural.

Hotéis & Casas de Férias - Seixal

53 Hotéis
Ver hotéis

20. Prainha, Ilha de Santa Maria (Açores)

Santa Maria é uma das mais pequenas ilhas do Arquipélago dos Açores e, muito provavelmente, das menos faladas. Mas é, de todas, a mais surpreendente. Entre as várias surpresas que tem reservadas, guardam-se as melhores praias dos Açores e um verão longo, garantido pela excelente posição que ocupa no Oceano Atlântico.

A Prainha está apenas acessível através do Trilho Rota do Sul, com cerca de 7 quilómetros de distância, que percorre uma boa parte da costa sul da ilha e termina noutra praia, a bonita Praia Formosa. A falta de acessos diretos torna-a mais resguardada, a paisagem e a calma fazem o resto.

Hotéis & Casas de Férias - Santa Maria

207 Hotéis
Ver hotéis