EuropaAcessíveisCidade

Onde ficar em Veneza: 10 hotéis ao alcance de qualquer orçamento

By , 20 June, 2018

Dicas, o que visitar e onde ficar na sua viagem a Veneza. Está tudo aqui.

Como não amar Veneza, com os seus canais, as suas gôndolas, as suas ruas estreitas, os seus spritz económicos…

Mas é tão fácil amar a Sereníssima como perder a paciência ao escolher onde ficar em Veneza. Qual o melhor sestiere para a arte? Qual o melhor para alcançar mais facilmente os pontos de interesse? E se o hotel for caríssimo? E se tiver a enésima colcha barroca e candelabro rococó? E se entrar água no quarto?

Para resolvermos estes problemas, fomos à procura de hotéis com boa reputação em cada sestiere da cidade, que permitissem alcançar comodamente as atrações de Veneza e oferecessem preços razoáveis, evitando que a “Morte em Veneza” seja a da sua carteira.

 

Onde ficar em Veneza para amantes de arte: Dorsoduro

Sestiere ideal para:

  • Deleitar-se com arte, desde a Coleção Peggy Guggenheim às Galerias da Accademia e exposições de Punta della Dogana.
  • Relaxar ao longo dos Fondamenta Zattere, com vista para a Giudecca, do outro lado do canal.
  • Misturar-se com os estudantes para tomar um spritz no Campo Santa Margherita.

 

Locanda Ca’ Zose


Amantes das cores pastéis a postos! Graças aos tons ténues e à atmosfera pacífica, o Locanda Ca’ Zose arrasaria num filme de Wes Anderson. Para além do cenário cinematográfico, a localização do Locanda é o seu ponto forte. O hotel fica a poucos metros da Coleção Peggy Guggenheim, um must para todos os amantes da história de arte, e da Basílica de Santa Maria da Saúde, onde poderá acender uma vela e pedir proteção contra a próxima constipação.

Ver preços

Pausania


Quer sentir-se como a nobreza veneziana? Então, o Pausania, perto de Campo San Barnaba, foi decididamente feito para si. Poderá permanecer durante horas na sala de estar luxuosamente decorada com espelhos rococó, ou apreciar a paisagem na balaustrada de estilo gótico-veneziano, ponto ideal para tirar uma selfie muito elegante. Além disso, de manhã, poderá tomar o pequeno-almoço na verdejante varanda deste palácio do século XIV. Depois, se quiser misturar-se com a plebe, o Campo Santa Margherita encontra-se a apenas 3 minutos a pé: nunca será demais para recusar um spritz económico!

Ver preços

 


Onde ficar em Veneza para estar próximo dos pontos turísticos: San Marco

Sestiere ideal para:

  • Permanecer na Veneza mais turística, a poucos metros da Praça de São Marcos, da Ponte dos Suspiros e de Rialto.
  • Sentir-se-á um iluminista do século XVIII no mundialmente famoso Caffè Florian, na Praça de São Marcos.
  • Encontre clientes VIP no Harry’s Bar, casa natal do Carpaccio e do Bellini, bem como destino favorito de Hemingway na cidade (ele, que era entendido na arte de beber bem…).

 

Hotel Firenze


Quer ficar em Veneza perto de San Marco, mas não quer gastar uma fortuna e muito menos fazer um pacto com o diabo? Não é necessário, basta dirigir-se ao Hotel Firenze, com uma localização soberba a apenas 30 metros da Praça de São Marcos. Se não dá para acreditar, vá até ao magnífico terraço e veja a que distância se encontram as cúpulas de estilo oriental da Basílica e do Campanário. Pertíssimo, certo? Caso se canse depois destes 30 metros, poderá sempre descansar nos quartos com vista do estabelecimento.

Ver preços

Violino d’Oro


Encontro do Barroco com a modernidade: esta poderia ser a definição do Violino d’Oro, hotel muito central no sestiere mais fotografado da cidade. Se veio a Veneza para desfrutar de uma ópera no La Fenice e não quiser amarrotar a vestimenta para o espetáculo caminhando entre os turistas, não se preocupe: este hotel cheio de glamour encontra-se apenas a 3 minutos a pé do Teatro. Se, depois da lírica, quiser dedicar-se a algo menos intelectual (como correr entre os pombos da Praça de São Marcos) a partir do hotel, bastará caminhar cerca de 4 minutos (se os turistas e as aves permitirem).

Ver preços

 


Onde ficar em Veneza para estar próximo de tudo, mas longe da confusão: Castello

Sestiere ideal para:

  • Ficar suficientemente perto dos pontos de interesse, tendo como bónus a tranquilidade.
  • Visitar o Arsenal e os Jardins da Bienal para ver obras de artistas e arquitetos contemporâneos.
  • Descansar junto à majestosa Basílica de São João e São Paulo e à fachada do Hospital.

 

Al Nuovo Teson


Quem já visitou a Mostra d’Arte (ou Arquitetura) Contemporânea da Bienal sabe bem o quão fisicamente devastadora pode ser a experiência: horas e horas em pé entre o Arsenal e os Jardins e pouco tempo de repouso. Felizmente, existe o hotel Al Nuovo Teson, onde poderá deitar-se na cama ao fim do dia, suficientemente perto da Bienal para poder alcançá-la com as últimas energias. Os quartos, decorados com tecidos suaves, irão proporcionar-lhe um repouso agradável. Assim, no dia seguinte, terá fôlego para explorar os pavilhões mais longínquos espalhados pela Lagoa.

Ver preços

Hotel Canaletto


Veio a Veneza em busca de inspiração artística? Então, porque não procurá-la diretamente na casa de um dos pintores venezianos mais famosos de sempre, Canaletto? Na realidade, o nome do hotel, Hotel Canaletto, não é apenas uma homenagem a Antonio Canal. Para além de ter acolhido habitantes ilustres, este hotel também se destaca pelos seus quartos acolhedores em estilo veneziano, pela proximidade de Rialto e pela sua localização ideal para explorar os sestieri envolventes.

Ver preços

 


Onde ficar em Veneza para ter a verdadeira experiênca local: Cannaregio

Sestiere ideal para:

  • Alcançar a estação, Rialto e San Marco com toda a comodidade, percorrendo a movimentada e, ainda assim, cenográfica Strada Nova.
  • Descobrir o tranquilo Gueto de Veneza e comer especialidades hebraicas.
  • Tomar um ómbra de vinho com um cichéto numa das tascas típicas venezianas.

 

Giorgione


Comecemos pela localização: é ótima, alcançará Rialto e San Marco em pouco tempo. Bem, agora que resolvemos esta questão, poderemos passar ao que faz do Giorgione o ponto alto de Cannaregio: a piscina. Sim, para tomar banho não deverá mergulhar nos canais (hum…), bastará pernoitar aqui. De dia, a área em torno da piscina transforma-se num solário; de noite, é um local romântico para o jantar. Sentir-se-á verdadeiramente VIP.

Ver preços

Ca’ d’Oro


Não, não estamos a falar em ficar hospedado na famosa Ca’ d’Oro de Veneza, mas num hotel que se encontra suficientemente perto para que não se canse ao alcançá-la. Antes de entrarem neste hotel, os hóspedes serão recebidos como autênticos senhores venezianos num pátio tranquilo com um pequeno poço. Se quer descobrir o que se encontra nos arredores, não terá necessariamente de caminhar: bastará subir ao último piso e desfrutar da vista do terraço.

Ver preços

 


Onde ficar para descobrir a Veneza mais autêntica: Santa Croce

Sestiere ideal para:

  • Vaguear pelas ruas tranquilas, descobrindo uma Veneza mais autêntica.
  • Fazer uma pausa no verde dos Jardins Papadopoli e participar na conversa sobre a Ponte da Constituição de Calatrava.
  • Desfrute de um lendário panino (entre os estudantes) no Bacareto da Lele, em Campo dei Tolentini.

 

Hotel Gardena


O que lhe agrada em Veneza é a sua alma barroca? Então, no Hotel Gardena, poderá mergulhar na opulência sem desprezar o conforto. Quer ler o guia turístico num local fresco? Poderá fazê-lo aqui. Quer colocar a sua cabeça numa almofada bordada ao estilo barroco? Este é o local certo. Quer uma cabeceira de ouro que suporte as suas costas enquanto observa a vista pela janela? Encontrou o seu hotel ideal.

Ver preços

 


Onde ficar para descobrir o sestieri mais pequeno e antigo de Veneza: San Polo

Sestiere ideal para:

  • Vaguear pelas bancadas de peixe fresco no Mercado de Rialto e desfrutar de um copo de prosecco, com vista para a Ponte de Rialto.
  • Ficar de boca aberta em contemplação diante da Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari e admirar no interior uma das obras-primas mais conhecidas de Tiziano.
  • Visitar a Scuola Grande di San Rocco e as obras de Tintoretto.

 

Residenza Corte Molin


O que é melhor do que ficar hospedado num palácio do século XIV? Ficar hospedado num palácio do século XIV em pleno coração de Veneza. Não só estará a apenas 3 minutos de Rialto como ainda poderá alcançar facilmente San Marco ou explorar os sestieri envolventes sem ter de apanhar um único vaporetto. E, como caminhar cansa, o Corte Molin serve-lhe o pequeno-almoço no quarto decorado com vigas à vista do século XVI, de forma a que possa poupar as energias para um dia inteiro a caminhar pelas ruas.

Ver preços

Ainda não está convencido? Não perca as nossas sugestões em Roma: