Portugal

10 destinos alternativos para fugir às multidões na Passagem de Ano

Se procura um Réveillon mais recatado, sugerimos alguns destinos que estão fora do radar dos portugueses este ano

 

Com a Passagem de Ano a chegar, começam os preparativos. O frio já se sente e é importante encontrar alternativas seguras para entrar no novo ano da melhor forma. Por isso, na trivago, mergulhámos num mar de números até encontrarmos os destinos com menos procura para dezembro e agora apresentamos-lhe os melhores destinos alternativos em Portugal para aproveitar a última noite de 2020 sem multidões e em segurança.

Quer prefira rumar a Norte, ficar-se pelo Centro ou arriscar uns mergulhos a Sul, vai de certeza encontrar a opção que procura. E não, não nos esquecemos dos cenários de cortar a respiração das Ilhas.

Sugerimos 10 destinos alternativos para o Réveillon que tem de conhecer, para uns dias de descanso num hotel, casa ou apartamento.

Comece a fazer as malas e não se esqueça dos adereços: afinal, esta é a noite mais longa e divertida do ano.

Vidago: circuitos termais, campos de golfe e a harmonia perfeita com a natureza

Comecemos esta viagem a Norte. É em Chaves que pode encontrar a bonita vila de Vidago, envolta em Natureza e famosa pelas suas águas termais—das melhores do mundo.

Vidago era destino predileto da aristocracia portuguesa, que se refugiava na vila com frequência. Exemplo disso é o edifício centenário, projetado pelo rei D. Carlos I, onde se encontra hoje o Vidago Palace Hotel. O campo de golfe do alojamento pode ser reservado mediante marcação e tem a vantagem de estar alienado da confusão da cidade.

Se quer evitar multidões durante a passagem de ano, Vidago é o destino ideal. As suas famosas termas, inseridas no Parque de Vidago, são paragem obrigatória. Há massagens e tratamentos distintos, consoante a vontade de cada visitante. Alguns estão mais indicados para patologias respiratórias e outros para o bem-estar geral, como são exemplo os duches e banhos termais. Cá fora, passeie pelo Parque de Vidago, envolto em árvores centenárias, espelhos de água e trilhos perfeitos para longas caminhadas.

Outros pontos de interesse, como a Igreja da Nossa Senhora da Conceição, a Capela dos Machados ou o Balneário Pedagógico de Vidago são ótimos para conhecer a história da vila. Mas, se for fã de ciclismo ou caminhada, não pode deixar Vidago sem visitar a Ecopista do Corgo. Este percurso natural foi construído sobre uma antiga linha férrea e acompanha o Corgo, um dos afluentes do Douro. É entre paisagens verdejantes que este trilho se ergue, unindo Chaves ao Peso da Régua.

Hotéis & Casas de Férias - Vidago

17 Hotéis
Ver hotéis

Vila Real: onde a cultura e a natureza se encontram

Ainda no Norte de Portugal surge Vila Real, um dos tesouros escondidos para a passagem de ano. Vila Real ergue-se num planalto que, a 450 metros de altitude, se faz ladear de municípios como Sabrosa, Peso da Régua e Amarante. É na “capital de Trás-os-Montes e Alto Douro” que se pode perder entre parques naturais e museus.

Se gosta de conhecer os pontos de interesse mais famosos de cada destino antes da diversão começar, visite a Casa de Diogo Cão, a Torre de Quintela, o Santuário de Panóias e a Sé de Vila Real. Estes são alguns dos locais mais importantes da cidade, que encerram partes da sua história.

Continue a visita pelas áreas verdes desta cidade nortenha. O Jardim da Carreira, o Parque Natural do Alvão e os jardins da Casa de Mateus não podem faltar no seu roteiro. É entre eles que encontra, também, diversos museus, como o da Arqueologia e Numismática.

Vila Real é um dos destinos alternativos para a Passagem de Ano que mais valem a pena conhecer—até porque se enfeitam na altura do Natal. O “Natal da Bila”, como é apelidada a iniciativa, decora a cidade de luzes e enfeites. Visite as tendinhas de comércio tradicional e assista às atuações de rua de tunas e coros—que normalmente se estendem até janeiro.

Hotéis & Casas de Férias - Vila Real

148 Hotéis
Ver hotéis

Espinho: cidade onde as praias se perdem no horizonte

É à beira-mar plantada que se encontra a cidade de Espinho, a pouco mais de 20 minutos do Porto. Os espinhenses orgulham-se das suas praias, da tradição xávega e piscatória, e da deliciosa gastronomia. Os 8 km de praias são muito procurados pelos surfistas e ladeiam passeios e calçadões de imenso espaço.

É por isso seguro afirmar que Espinho é um dos melhores destinos para fugir às multidões na passagem de ano—altura em que se ilumina e decora de enfeites natalícios. Esta é uma cidade cheia de história e das únicas que, para além de Nova Iorque, dá números às ruas em vez de nomes—sim, pode acreditar.

Espinho é maioritariamente pedonal, por isso não se preocupe com meios de transporte. Em pouco tempo pode conhecer alguns dos pontos mais emblemáticos da cidade, como é o caso da Rua 19. É em volta desta rua que a cidade se constrói e onde encontra restaurantes e lojas de comércio local. Alguns dos seus pontos de interesse mais visitados são o Centro Multimeios (Planetário), o Museu Municipal de Espinho e o Mercado Municipal.

A cidade continua a ser das poucas que organiza uma Feira semanal, às segundas-feiras, com produtos locais, vestuário e acessórios. A Feira costuma manter-se mesmo na altura da passagem de ano. Nesses dias, a iniciativa “Espinho Cidade Encantada” encarrega-se de espalhar mercados tradicionais nas ruas mais centrais da cidade. É também lá que se encontra uma pista de gelo e tendinhas que vendem doçaria tradicional e vinho quente. O evento estende-se até à Passagem de Ano, quando é lançado fogo de artifício na praia—a que pode assistir da varanda do seu quarto ou apartamento.

Hotéis & Casas de Férias - Espinho

206 Hotéis
Ver hotéis

Caldas da Rainha: cidade de artistas e aristocratas

As Caldas da Rainha, ou “Caldas”, como muitos lhe chamam, são dos tesouros mais bem escondidos para o Réveillon. O seu nome é uma homenagem à rainha D. Leonor. Conta a lenda que a soberana se espantou quando viu o povo tomar banho nas águas de odor forte que banhavam a terra. As águas—que à data não se sabiam ser termais—curavam os mais doentes. D. Leonor quis comprovar a teoria e diz-se que se curou dos problemas de pele que tinha ao banhar-se nas mesmas águas. Além de ser terra de alta aristocracia, foi também aqui que nasceu o pintor José Malhoa e o caricaturista Rafael Bordalo Pinheiro. Esta é uma cidade cheia de história, cultura e recantos naturais.

É no Parque D. Carlos I que encontra um dos jardins mais bonitos da vila e o antigo hospital termal, construído a mando de D. João V. O lago central antecipa-se ao imponente edifício, que se mantém cuidado até hoje. O Hospital Termal Rainha D. Leonor é o mais antigo do mundo e em todos os recantos se encontra alguma da história aristocrata portuguesa.

Em escassos três minutos a pé do parque chega à Praça da República, popularmente conhecida como “Praça da Fruta”. É lá que, todas as manhãs, se vende hortícolas e frutos num mercado tradicional—que se mantém desde o séc. XIX. Antes de o pôr do sol chegar, dê um saltinho aos Passadiços da Foz do Arelho para admirar o espetáculo.

Na altura da passagem de ano poderá ainda assistir a algumas atividades da iniciativa “Caldas, Rainha do Natal”. Esta animação usa mais de quatro milhões de luzes LED para iluminar o centro da cidade. O evento acontece nas ruas das Caldas da Rainha, pelo que consegue facilmente evitar as multidões—que normalmente se concentram nos grandes centros urbanos, como acontece no Porto e em Lisboa. A verdade é que este é um dos destinos com mais atividades por onde escolher. Até na última noite do ano pode apanhar a boleia do comboio de rua e até patinar no gelo.

Hotéis & Casas de Férias - Caldas da Rainha

707 Hotéis
Ver hotéis

Carcavelos: é muito mais do que praia

Carcavelos, freguesia que pertence ao concelho de Cascais, é um ótimo destino alternativo para a entrar no Ano Novo. É que, para além do extenso areal, há uma marginal sem fim. Quem visita Carcavelos tem de, pelo menos uma vez, fazer-se ao mar na esperança de conseguir surfar uma onda—e não vale a pena ter medo do frio, porque o fato vai ajudar a manter a sua temperatura corporal.

Não há desculpas para não se aventurar, até porque há uma recompensa à sua espera: a famosa esplanada sobre a praia, onde encontra bares e uma pizzaria—perfeita para os dias onde reina o Sol de inverno. Mas a verdade é que não há só praias em Carcavelos. O Forte São Julião da Barra é exemplo disso mesmo. A Fortaleza, que funcionava como prisão militar e política, só deixou de o ser a partir de 1951 e pode ser visitada mediante marcação. Daí até aos anos que correm, muita coisa mudou, como é o caso do túnel de arte urbana criado pelo artista Akacorleone que dá acesso à Nova Business School, o mais recente complexo universitário da zona.

Durante a época que antecede a Passagem do Ano, as freguesias de Cascais vestem-se a rigor e são vários os concertos que acontecem na rua. Na última noite do ano pode assistir ao tradicional fogo de artifício do seu hotel/casa/apartamento ou, então, de um dos restaurantes perto do mar (onde o ambiente é controlado e o espetáculo é garantido).

Hotéis & Casas de Férias - Carcavelos

208 Hotéis
Ver hotéis

Vila Viçosa: uma vila de poetas no coração do Alentejo

A “Princesa do Alentejo”, como é popularmente conhecida, esconde-se entre planícies repletas de história. Em Vila Viçosa nasceu Florbela Espanca. Foi nesta terra de tradições e património que a poetisa se inspirou para escrever as suas maiores histórias. Nesta vila há museus, castelos e palácios à espera de uma visita.

O Castelo Medieval, a Igreja e Convento das Chagas, o Museu Agrícola e Etnográfico, a Igreja de São João Evangelista e o Paço Ducal são paragens obrigatórias. É neste palácio do Paço que se encontram núcleos museológicos de armaria, tesouro, porcelana, coches e carruagens reais de imenso valor para o país. É também à sua volta que se encontra a Tapada Real, de fauna e flora riquíssimas.

Vila Viçosa é um ótimo destino alternativo para o Réveillon, sobretudo porque são poucas as pessoas que o escolhem. Nessa noite, são vários os restaurantes e hotéis da vila que organizam ementas e serões especiais. Assim, pode festejar a chegada do novo ano num ambiente mais íntimo.

Hotéis & Casas de Férias - Vila Viçosa

42 Hotéis
Ver hotéis

Almancil: a freguesia de raízes Paleolíticas

Localizada na orla costeira de Loulé, à qual pertence, Almancil orgulha-se da sua herança árabe de traços tão característicos—e foi lá que recolheram vestígios arqueológicos que remontam ao Paleolítico. Almancil é cheia de história, bom tempo e ótima gastronomia, não estivéssemos nós a falar do Algarve…

De um lado Loulé e, do outro, Faro. Almancil está a escassos minutos das melhores praias algarvias, assim como dos melhores empreendimentos turísticos, como a Quinta do Lago e Vale do Lobo. É na freguesia que se encontra o Karting de Almancil, uma das grandes atrações da zona, que está também muito próxima de Vilamoura. Mas nem por isso deve deixar de parte a paisagem natural de Almancil, como a que pode encontrar no Parque Natural da Ria Formosa. Não deixe também de visitar a Igreja de São Lourenço de Almancil e a Ermida de São João da Venda.

Este é um dos tesouros escondidos para a Passagem de Ano por ser dos menos procurados no Algarve para esta altura do ano. Assim, pode aproveitar o Réveillon ao máximo.

Hotéis & Casas de Férias - Almancil

1351 Hotéis
Ver hotéis

Faro: património de mar, natureza e história

É conhecido como a capital do Algarve e, para além de servir aquilo que a gastronomia portuguesa tem de melhor, beneficia de clima ameno até nos meses mais frios. Faro é um dos destinos fora do radar para a Passagem de Ano que deve ter em conta. A cidade de origem romana pode ser descoberta a pé e é no seu centro histórico que se encontram os locais mais conhecidos: a Casa das Figuras, o Convento de São Francisco, a Sé de Faro e o Palácio Guerreirinho.

Do centro também é fácil chegar à praia para assistir ao pôr do sol da primeira fila. Outras praias conhecidas, como é o caso da de Vilamoura, encontram-se a poucos minutos de Faro—o que significa que pode, até, fazer caminhadas perto do mar. Mas, se preferir ocupar o final da tarde com um jogo de golfe, saiba que pode fazê-lo no San Lorenzo Golf Course.

Estas são atividades que, mesmo nos dias mais frescos, podem (e devem) ser aproveitadas. É claro que, na altura do Natal e Passagem de Ano, as ruas enchem-se de pequenos comércios de artesanato, doces típicos, vinho quente e até cervejas artesanais. O Mercado de Natal de Faro estende-se até janeiro, por norma, por isso não deixe de visitá-lo durante o dia.

Hotéis & Casas de Férias - Faro

1439 Hotéis
Ver hotéis

Praia da Vitória: um paraíso no meio do Atlântico

Tem nome de praia, mas é, também, uma cidade. A Praia da Vitória faz parte da Ilha Terceira. É nos Açores que pode encontrar este tesouro escondido para entrar no Ano Novo—e perfeito para fugir às multidões. São vários os pontos de interesse que se espalham pela cidade, mas é inegável que as maiores atrações deste paraíso açoriano são as atividades náuticas (como a vela, windsurf e esqui aquático) e ao ar livre.

Mas, independentemente da sua escolha, é sempre bom conhecer os locais que visitamos (sobretudo se for a primeira vez). A Praça Francisco Ornelas da Câmara é um desses exemplos, onde se encontra a Câmara Municipal. Este é um dos edifícios mais interessantes da zona, para além de dar teto a diversas esculturas e obras de arte. Na rua paralela, encontra o Mercado Municipal, onde pode comprar legumes e fruta fresca—ótima ideia se preferir cozinhar o jantar da passagem de ano. Mas não termine o dia sem espreitar a Casa das Tias e a Igreja do Senhor Santo Cristo das Misericórdias.

A Praia da Vitória pode ser apreciada do Miradouro do Facho, com vistas únicas sobre a cidade—também conhecida pelas excursões de whale watching, que não pode deixar de fazer. A experiência é única e pode ser reservada na Marina da Praia da Vitória.

Hotéis & Casas de Férias - Praia da Vitória

164 Hotéis
Ver hotéis

Porto Moniz: onde as piscinas são naturais

Bolo do Caco, espetadas, manteiga d’alho, poncha… Para comer bem, tem (mesmo) de ir ao Porto Moniz, um dos municípios mais conhecidos da Madeira. Mas não só de gastronomia se faz este paraíso do Atlântico. As praias, miradouros, piscinas naturais e florestas são os pontos de interesse deste destino fora do radar para a Passagem de Ano.

Aliás, não é segredo nenhum: é na Madeira que se assiste ao fogo de artifício mais espetacular de que há memória. E, para evitar multidões, nada melhor do que se deixar ficar por um restaurante ou pela varanda do seu quarto.

Durante o dia, o difícil vai ser escolher, por isso organize bem o seu roteiro. As Piscinas Naturais do Porto Moniz têm de fazer parte dele, assim como as do Aquário. O Miradouro do Véu da Noiva deve vir a seguir, juntamente com o da Ribeira da Janela. Também pode apanhar o Teleférico das Achadas da Cruz, para uma vista privilegiada sobre a Fajã da Quebrada Nova. Não se esqueça de passar pela Floresta da Laurissilva antes do ano terminar. A área verde foi classificada pela UNESCO como Património Natural da Humanidade e tem quase 15 mil hectares de uma biodiversidade extraordinária.

É provável que vá a tempo de conhecer alguns dos presépios de natal a concurso, uma atividade promovida anualmente pelo município do Porto Moniz, que terá o prazer de o receber todo iluminado.

Hotéis & Casas de Férias - Porto Moniz

114 Hotéis
Ver hotéis